sábado, fevereiro 18, 2006
PEQUENO BREVIÁRIO SHAWIANO
Bernard Shaw


Não há amor mais sincero que o da comida.

Cabe à mulher casar-se o mais cedo possível e ao homem ficar solteiro o mais tempo que pode.

A minha especialidade é ter razão quando os outros não a têm.

Quando um tolo pratica um ato de que se envergonha, declara sempre que fez o seu dever.

Quem nunca esperou não pode desesperar nunca.

Uma vida inteira de felicidade? Ninguém agüentaria: seria o inferno na terra.

O pior crime para com os nossos semelhantes não é odiá-los, mas demonstrar-lhes indiferença: é a essência da desumanidade.

Há duas tragédias na vida: uma, a de não alcançarmos o que o nosso coração deseja; a outra, de alcançá-lo.

O lar é a prisão da moça e o hospício da mulher.

O martírio... é a única maneira de ganhar fama sem ter competência.

Não faças aos outros o que queres que te façam; os gostos deles podem ser diferentes dos teus.

Neste mundo sempre há perigo para aqueles que o temem.

Há apenas uma única religião, embora dela exista uma centena de versões.

Não gosto de sentir-me em casa quando estou no estrangeiro.

Marcadores:

 
postado por Aleksandra Pereira às 5:51 AM |


3 Comentários:


At sábado, fevereiro 18, 2006 9:30:00 PM, Blogger XXXD@NNYXXX 

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

At domingo, fevereiro 19, 2006 2:26:00 PM, Blogger Andréa N. 

Que delícia. Adorei o "Neste mundo sempre há perigo para aqueles que o temem." É tão verdade...

At terça-feira, fevereiro 21, 2006 2:53:00 AM, Anonymous Carlitos 

Bernie era mesmo impagável.



LÁGRIMAS LAVADAS© 2006, por Aleksandra Pereira. All rights reserved.