domingo, fevereiro 12, 2006
- Você não queria um irmão ou uma irmã, Suzana, queria uma boneca para brincar, mostrar para as amigas. Sua tia Olívia me contou sobre o dia em que você foi me visitar no hospital, com seu vestidinho de marinheiro...

- Eu odiava aquele vestido!

- Eu me lembro, mas te caía tão bem! Você foi o caminho inteiro falando em como iria brincar com a sua irmã, que esperava que ela fosse bem bonitinha, não chorasse muito e gostasse de brincar de comidinha. Até que sua tia lhe pegou no colo, e disse: “Suzana, aquele nenezinho ali é seu irmão Alberto”.
Quando foi me ver, de rostinho inchado de tanto chorar, me deu uma bronca enorme pois eu não havia lhe escutado, que aquela boneca vinha com defeito, que vinha com pipi. Então, como eu havia trazido o “pedido” errado, o mais correto seria eu devolver o Alberto para minha barriga e no lugar trazer a sua bonequinha.
Sua raiva rendia, até o dia em que pegou seu irmão no colo pela primeira vez, e se apaixonou por ele.

Marcadores:

 
postado por Aleksandra Pereira às 10:30 PM |


3 Comentários:


At segunda-feira, fevereiro 13, 2006 9:18:00 AM, Anonymous Alexandre 

Bonita história Ale!
Uma criança é um oásis em nossa vida!

At terça-feira, fevereiro 14, 2006 3:01:00 AM, Blogger Aleksandra Pereira 

E o texto foi baseado em uma história real, eu estava presente. E odiava aquele vestido de marinheiro.



LÁGRIMAS LAVADAS© 2006, por Aleksandra Pereira. All rights reserved.