Tive a oportunidade deliciada de rever ontem através da TV Câmara esse exemplo de parceria no amor à vida e aos livros. Marina Colasanti e Affonso Romano de Sant'Anna, 35 anos de casamento e cumplicidade, ainda encantados um com o outro. Lindos.

Algumas frases pinçadas:

"Ás vezes é nos desencontros que as almas se revelam"_Affonso

"Nós somos um e dois o tempo inteiro"_Marina

"Não concorra com a minha falta de memória, que você vai perder"_Affonso

"Poesia é uma maneira da alma humana respirar, transpirar diante do inexplicável"_ Affonso

Um pequeno poema, por Affonso:
"CHEGANDO EM CASA"

Chegando em casa com a alma amarfanhada e escura das refregas burocráticas, leio sobre a mesa um bilhete que dizia:

Hoje, 22 de agosto de 1994, meu marido perdeu deste terraço, mais um pôr-do-sol no Dois Irmãos, um canto de um Bem-te-vi e uma orquídea que entardecia sobre o mar.


Crédito da imagem: Josemar Gonçalves

Marcadores:

 
postado por Aleksandra Pereira às 11:23 AM |


3 Comentários:


At quarta-feira, novembro 15, 2006 11:39:00 AM, Blogger Gênero Cinematográfico 

Meu Deus...como eu queria também ser e ter assim, quem sabe daqui a 35 anos não me venha a clareza do que foi e do que ainda é. Por que sou pouca pra saber se pode ser e muita pro difícil que é.
um beijo
e isso que é um blog amiga!

At quarta-feira, novembro 15, 2006 2:16:00 PM, Blogger Aleksandra Pereira 

E é lindo poder contar com a presença de tão ilustríssima e boníssima pessoa, minha querida Cynthia, adoro-te!

Beijo grande.

At sexta-feira, novembro 17, 2006 3:56:00 AM, Anonymous anita 

Aleksandra,

obrigada pelo post maravilhoso. Eles são mesmo um charme.

Você, igualmente.

Anita



LÁGRIMAS LAVADAS© 2006, por Aleksandra Pereira. All rights reserved.